Quem sou eu

Minha foto

Escritora e Poetisa amante da natureza

UMA FOTO EM PRETO E BRANCO

30/09/2012

CADEIA DE MINDIM VI



Até
que
enfim

Foi
criado
o mindim

Luna
é seu
nome

Sábia
das
letras

É
dela
a criação

Palmas
pela
ação


Arjofe
Enviado por Arjofe em 30/09/2012







LUNA DI PRIMO-homenagem




Luna
Di
Primo

Criou
belos
versos

Honra
pra
ti

Graças
pra
nós

Mindim
tudo
de bom

Aila Brito









23/09/2012

Cadeia de Mindim



Cadeia de Mindim - 14

                            A
                            minha
                            mestra

                            Luna
                            Di
                            Primo

                           todos
                           os
                           mindins

                           do
                           mundo
                           quero

                           dar
                           pois
                           ela

                           me fez
                           a
                           cada

                           mindim
                           ouvir
                           versos

                           que
                           fluiam
                           aqui

                           bem
                           dentro
                           de mim

                           E
                           assim
                           abri

                           os
                           olhos
                           e de

                           vez
                           pude
                           entrar

                           nesse
                           mundo
                           doce


 ****************************************************

                           E eu
                           Lhe dou
                           Todos

                           Pra que
                           Voltem
                           Pra mim
                       
                           E Assim
                           Pelo
                           Ar vão

                           e veem
                           A todos
                           Levar

                           Esse
                           Canto
                           Mindim

                           Luna
                           Di
                           Primo


      Obrigada amiga poetisa-recantista por teu precioso dueto                    
Giovânia Correia e Luna Di Primo
Enviado por Giovânia Correia em 20/09/2012


22/09/2012

MINDIM, NOVA MODA DOS POETAS





                            ACRÔSTICO

          MINDIM, NOVA MODA DOS POETAS


                             8


          M uito lindo,meigo e terno
          I nteligente, mini conto
          N ada, fica á desejar
          D entre as outras modalidades poéticas
          I nteiro, na sua construção
          M esmo assim, tão mini...

          N unca nos cansará
          O H! Beleza, pequenino!
          V ocê chegou, pra ficar
          A migo de todos os Poetas

          M as, o tempo urge e
          O s 500 MINDINS, postados que o RL
          D eterminou, para cadastrá-lo
          A inda não foram atingidos e que

          D eus nos ajude, pois
          O utras modalidades poéticas, já venceram
          S omos nós, agora, só falta você,

          P orém, serás sempre gracioso em
          O rdem e perfeição pois
          É s filho da POETA, LUNA DI PRIMO
          T oda prosa e feliz
          A gora, e imagine depois que
          S ouber da sua classificação...!
marne pimentel



Luna Di Primo



Luna
Di
Primo

Pensei
Que
Mindim

Fosse
Bem
“Facin”

Tentei
Fazer
Assim

Este
Fiz
“Certin”?

Quero
Brindar
Enfim

Salve
Salve
Tim-tim!!

Pacco



21/09/2012

DOIS MINDINS INCOMPLETOS



DOIS MINDINS INCOMPLETOS


Pró, mui
linda

                [é sua poesia]


Como
a Lua

                [em sua maestria]



Homenagem a poeta Luna Di Primo, pela sua bela criação: o MINDIM.

Como é difícil, professora, se expressar em duas sílabas... por isso arrisquei uma complementar QUEBRANDO A REGRA!.


Detalhe: O primeiro Mindim é um ANAGRAMA do nome da homenageada.


Euclides Marques






20/09/2012

MINDIM, UM MANANCIAL DE POESIA




Escrever um mindim é uma maravilha,
Podemos reunir mais que uma família,
De palavras e com elas versejar,
A poesia não faz do poeta uma ilha,
E assim vamos escrevendo uma trilha,
E de três em três palavras assim rimar.

A escrita é feita clara e  irreverente
Aquecendo o coração de toda gente,
E assim podemos então sonhar,
O mindim é alegre e simplesmente,
Não combina com a tristeza e nem ressente,
Não precisa lágrimas derramar.

E assim vamos escrevendo os mindins,
São plantados em lindos jardins,
Para a vida das pessoas perfumar,
São flores amarelas e carmesins,
Entremeadas com os mais lindos jasmins,
Para as páginas do recanto enfeitar.

Estrela Radiante






14/09/2012

LUNA DI PRIMO





                 "LUNA DI PRIMO".

                   L'inda agora voa,
                  U'ma Fênix renascida,
                  N'ão foi à toa,
                 A' sua grande briga.

                D'edicou o seu tempo,
                I'ncansável e muito caro,

               P'oder nesse seguimento,
              R'estaurar esse fato raro.
              I'nteligente mulher poetisa,
             M'ostrou o quanto és positiva,
            O' seu jeito claro que nos motiva...  

por Jamil Luz







02/09/2012

NUM GALOPE À BEIRA-MAR





NUM GALOPE À BEIRA-MAR

Um dia montei meu cavalo Possante
Caminho da praia... Que belo passeio!
Botei sela nova, troquei o arreio,
Mostrei-lhe uma trilha, ali logo adiante;
Seu passo era firme, galope elegante,
E fomos só nós e a luz do luar,
Com o vento acenando de leve ao passar,
Na copa das árvores belas, frondosas...
Senti o perfume de flores e rosas,
Naquele galope pra beira do mar!

A noite avançou e nós dois nem notamos!
Chegamos à praia de areia brilhante,
A lua indo embora pra muito distante,
Bateu a saudade do amor que ficou
E o peito abafado tão logo chorou...
Chamei meu cavalo, deitado a me olhar,
Voltamos pra vila em veloz galopar,
Peguei meu amor, a rainha mais bela,
Que ali, de onde estava, pulou a janela
... E amou-me a galope na beira do mar! 


Ineifran Varão














sabedores

Google+ Followers

A FLOR QUE EU ENCONTREI (Flor da Lua).

ACADÊMICA

ACADÊMICA

MULHERES QUE TECEM O MUNDO

MULHERES QUE TECEM O MUNDO

LIDERANÇA PELA PAZ

LIDERANÇA PELA PAZ