Quem sou eu

Minha foto

Escritora e Poetisa amante da natureza

UMA FOTO EM PRETO E BRANCO

30/08/2011

Lua em flor





Lua em flor

Rastros de luz que envias
A penetrarem n’alma,
Com benfazeja calma,
A clarear meus dias,
São de pureza tanta
Que vêm dum’alma santa,
Que a mim, de amor, encanta
E aquece em noites frias!

Feixes de luz emanas
A espalhar o bem,
Que não importa a quem,
Curando almas insanas!
A te chamar de Lua,
Te abraço assim tão nua,
Afago a imagem tua,
Te amo em minhas ganas!

Meu infinito amor,
Canção do meu cantar,
Humana a me amar,
Sem mácula ou pudor,
És qual a lua do céu!
Andas em mim ao léu,
Me amas nua, sem véu...
És minha Lua em flor!

IneifranVarão







28/08/2011

"[DESEJO]".





"[DESEJO]".

Quero nesse lindo dia,
as borboletas voando sobre ti,
pairando mansamente no ar,
e com toda paz e alegria,
o polem do amor a te encouraçar...


{Esse foi o meu bom dia,à minha amiga poetisa Luna Di Primo}

jamil luz








26/08/2011

SONHO REAL




Ao meu único e infindável amor:

Sonho real

Ontem sonhei um sonho repetido,
Onde tu vinhas como u’a borboleta
E usavas só u’a branca camiseta,
Deixando à mostra o fruto da libido!

Sonhos assim, em mim, já são constantes,
Porque te trago aqui no coração,
Onde não há segredos, só paixão,
No amor mais forte e intenso dos amantes!

Quero sonhar contigo a toda hora,
Viver o amor mais puro e mais profundo,
Na plenitude máxima possível!

..............................................................
Sonho real já temos nós agora,
No amor mais lindo e único do mundo,
Que em nós será, pra sempre, indivisível!

IneifranVarão






19/08/2011

"[LUNA,LUNA]".





"[LUNA,LUNA]".

Em caladas 'L'uminosas das noites,
uma post'
U'ra 'U'nica de olhar distante
enco'
N'tras uma 'N'oção constante,
m'
A'neiras de amen'A'r sem afoite.


jamil luz
19AGO2011 

18/08/2011

FACES



Faces

Tão belas as faces
Singelas as fases
Não fazes disfarce
Nas faces que fazes!
Se fazes, o fazes
Com faces tenazes
De vultos vorazes
Talvez incapazes
Sem rosto, sem face
Astutos, sagazes!
São lindas as faces
Que mostram as fases
De tempos lilases
Tão belos, fugazes
Por não ter disfarce
Feliz tu me fazes!
............................
Tão belas as faces
Singelas as fases
Não fazes disfarce
Nas faces que fazes!

Ineifran Varão

18AGO2011


15/08/2011

HOMENAGEM DE INEIFRAN VARÃO



Abri minha janela para o mundo,
De longe vi você me acenando!
Hoje seguro a mão que, tremulando,
Sinalizava amor, e amor profundo!

Lembro do seu sorriso espontâneo,
Do jeito inda sapeca que trazia,
De como veio a mim sem fantasia,
Na química do amor tão simultâneo!

Agora de mãos dadas nos caminhos,
Vamos levando juntos nossas vidas,
Sem dores e sem mágoas ressentidas...

E entre jardins floridos sem espinhos,
Nós edificaremos nosso ninho,
Onde nos amaremos sem medidas!

IneifranVarão






10/08/2011

FORÇA MOTRIZ




Força motriz

É na impulsividade desse amor
Que arestas da razão desaparecem,
Vencendo as intempéries que aparecem,
Da vida a nos dizer o que transpor!

É na espontaneidade tão presente
Que vemos desse amor o que teremos
Para que, sempre mais, nós nos amemos
E nunca o amor em nós esteja ausente!

U’a força que é imensa e tão motriz
Dá-se a mostrar da vida a diretriz
Capaz de equilibrar nosso consenso!

É o eixo colossal pulsante e vivo
De um propulsor perene e sempre ativo
Do amor que existe em nós e que é imenso!

IneifranVarão









09/08/2011

BOM DE CRER



Bom de Crer



Uma das grandes vantagens da maturidade,
É a percepção de que é preciso agarrar a oportunidade,
Assim que ela aparece.
É uma verdade inconteste,
A sua progressiva escassez,
Mês a mês...

Até quando não se percebe... e foi a última vez!
Deixar passar é uma desfaçatez!

A essa altura da vida, já se deu um jeito no medo...
É o tipo de problema que deve ser resolvido bem cedo!
Perde-se muito tempo alimentando-o,
Consciente ou inconscientemente potencializando-o.

A via mais rápida para driblá-lo é acreditar,
Que o que se tem de precioso está no interior,
Inacessível às más intenções que possam vir do exterior.
É, de cada um,
Em cada um,
O interno altar.
De onde provém tudo,
O que alimenta o individual mundo.

Isso passa certa segurança,
Uma boa dose de esperança!

Talvez, os inomináveis perigos,
Já não façam tanto sentido.
Talvez, a vida seja um jogo bem mais aprazível,
Que sofrível...
Algo em mim, grita que somos mais,
Que podemos muito mais!!!

Equivocamo-nos na sintonia
E nos perdemos na fantasia.

Mas, podemos acordar!
Ainda dá tempo de levantar,
De olhar pra cima,
E constatar definitivamente,
Conclusivamente,
Como tudo, não só, rima,

Como fascina!!!



Para Luna Di Primo


Vídeo indicado:



HOMENAGEM DE CLAUDIO POETA








05/08/2011

Assim ela chegou



Assim ela chegou


Se encantamento foi, pegou-me de surpresa!
Nos ais do seu viver, mostrou-me sua graça!
De mim fez o seu lar, sua rua, sua praça,
Chegou na mansidão, deitou-se-se à francesa!...

Espumas pelo ar, qual veste angelical,
Nenúfares em par a ornamentar o leito,
Solfejos de canções a ressoar do peito,
Que chora e ri na paz qual ser umbilical!...

Assim ela chegou, trazendo a sua luz
E em raios de esplendor a alumiar a noite,
A espantar o mal, as trevas e o açoite,

Prendeu meu coração à imagem que reluz,
Nas águas do amor aonde me conduz
A salvo no seu mar... onde só eu me afoite!...


HOMENAGEM DE
Ineifran Varão









02/08/2011

Uma história interessante




Hoje eu resolvi contar
Uma história interessante
Que ruboriza o semblante
De quem me escuta falar
Porque o que vou relatar
Co’uma amiga aconteceu
E do jeito que se deu
Causou até alvoroço
E seu pai que era um bom moço
Por pouco não lhe bateu

A sapeca da menina
Dava nó em pingo dágua
Com ela não tinha mágoa
Que alterasse a sua sina
Mas tinha horror a vacina
E também a injeção
Andava na contramão
Pulava cerca de arame
Mas num passava vexame
E nem pedia perdão

Era moça de decoro
Mas de nariz empinado
Não tinha papo furado
Se a conversa era namoro
Não levava desaforo
Se preciso dava um tapa
Na chuva não usava capa
Respondia com firmeza
Quem mexesse em sua beleza
Fosse um monge ou fosse o Papa

Era menina criada
Numa fazenda mineira
Mas cometeu u’a besteira
Um dia numa empreitada
Ficou toda atrapalhada
que parecia um Mané
E deu uma de lélé
pois por andar sem desvelo
Encontrou no cotovelo
UM BELO BICHO DE PÉ !
HOMENAGEM DE
Ineifran Varão
 02AGO2011






sabedores

Google+ Followers

A FLOR QUE EU ENCONTREI (Flor da Lua).

ACADÊMICA

ACADÊMICA

MULHERES QUE TECEM O MUNDO

MULHERES QUE TECEM O MUNDO

LIDERANÇA PELA PAZ

LIDERANÇA PELA PAZ