Quem sou eu

Minha foto

Escritora e Poetisa amante da natureza

UMA FOTO EM PRETO E BRANCO

31/05/2013

MINDIM FORTE



MINDIM FORTE
 

CRESCE
CADA
VEZ


MAIS
E MAIS
ESTA


CRIA
DE
LUNA


DE
PRIMO.
COMO


É BOM
FAZER

MINDIM!





INÁCIA LUZIA
Enviado por INÁCIA LUZIA em 22/01/2013

28/05/2013

MEU INSTINTO



Lá inda há rosas
Das mais cheirosas,
Mas teu perfume
Já de costume
... De longe eu sinto!

Em meu jardim
Cheiras pra mim
Mais do que flor...
Ser teu amor
... É o meu instinto!

Ineifran Varano

26/05/2013

DOCE PRIMA


Doce prima:



"A tua luz que reluz
em busca do infinito
Dá à noite o brilho doce
Deixa o Universo bonito...!"


por Maurício Martinez

"LUNA DI PRIMO"


"LUNA DI PRIMO"

UMA GRANDEZA
UMA BELEZA
ÉS LUA
ÉS A PRIMEIRA
ALUMIAS AS NOSSAS CABEÇAS
ÉS "LUMEM COELI"
ÉS LUZ CELESTIAL
ENFIM... ÉS PRIMOR!!.


por Osram

LUNA /DI/ PRIMO



mestra
em
mindim

quem
sabe
faz
(ensina)

segui
a sua
sina



lorenzi monteiro
Enviado por lorenzi monteiro em 02/05/2013



10/05/2013

LUNA




L.una recebendo homenagem
U.m lindo sonho pede passagem
N.este momento veja a imagem
A.menina Luna sorrir e pede passagem

°°° Beijooo °°°°° A Paz do Senhor!!


Fernanda Xerez

06/05/2013

Se


Se um jardim tivesse agora,
todas as flores estenderia
em perfumado tapete
para mostrar que és amada e querida
pelos que versejam com o coração.
Odiada e invejada,
pelos que que tem pedra no peito
e de versejos não sabem nada.


Carlos Alberto Souza

ACRÓSTICO MINDIM

Luna
Usa
Norma

Ação
Dentro
Ima

Para
Render
Isso

Muito
Ousa
Ousar


chinxola
Enviado por chinxola em 20/02/2013



02/05/2013

O ENCANTO DE AÇUCENA














O ENCANTO DE AÇUCENA

Foi na poeira da estrada de piçarra
Que uma vez avistei o rosto dela!

Era um dia de sol, bem no verão,
Na mistura vermelho-amarelada
Da poeira cobrindo aquela estrada
Que primeiro assustei meu coração...
Vislumbrei a açucena do sertão
Debruçada, sozinha na janela!
Era a coisa mais linda... Era tão bela!
Mais suave que a flor de uma alcaparra...

Foi na poeira da estrada de piçarra
Que uma vez avistei o rosto dela!

Num sorriso velado ela mostrava
Todo o encanto que havia ali guardado...
Seus cabelos dançavam num bailado,
Quando o vento de leve ali soprava...
Parecia visagem – eu pensava.
Abaixei-me e colhi pra dar a ela
Uma flor perfumada e amarela
... Encantou-se – a açucena – em linda jarra!

Foi na poeira da estrada de piçarra
Que uma vez avistei o rosto dela!

Nessa jarra encantada ela ficou
E eu não mais pude ver flor de açucena,
Muito embora, ao soprar, a brisa amena
Espalhasse o perfume que ela usou,
Pouco antes de quando se encantou!...
Eu faria de tudo por aquela
Que a lembrança arde em mim qual fosse vela
E num laço de amor ainda me amarra...

Foi na poeira da estrada de piçarra
Que uma vez avistei o rosto dela!


Ineifran Varão

sabedores

Google+ Followers

ACADÊMICA

ACADÊMICA

MULHERES QUE TECEM O MUNDO

MULHERES QUE TECEM O MUNDO

LIDERANÇA PELA PAZ

LIDERANÇA PELA PAZ

A FLOR QUE EU ENCONTREI (Flor da Lua).