Quem sou eu

Minha foto

Escritora e Poetisa amante da natureza

UMA FOTO EM PRETO E BRANCO

14/02/2013

Autocrítica



     Criticar é muito fácil ,admito
     Pois da ferida que causa a dor não sentirei
     O insensato ordena à boca o que direi
     E o coração condena à tudo aquilo que vomito

     E dentre todos é o mais cruel delito
     E o mal de alguns nunca mais repararei
     Foi criticando que aos poucos me isolei
     E por castigo é no ermo que habito

     Não criticai pois, aos outros, companheiro
     Tenhais na boca sempre um tom fraterno
     Prá que não vivas, como eu, em cativeiro

     O bom exemplo dá um fruto que é eterno
     O bem-querer da amizade é o jardineiro
     Não quereis pois habitar no meu inferno.


               Boca de caieira





sabedores

Google+ Followers

ACADÊMICA

ACADÊMICA

MULHERES QUE TECEM O MUNDO

MULHERES QUE TECEM O MUNDO

LIDERANÇA PELA PAZ

LIDERANÇA PELA PAZ

A FLOR QUE EU ENCONTREI (Flor da Lua).