Quem sou eu

Minha foto

Escritora e Poetisa amante da natureza

UMA FOTO EM PRETO E BRANCO

28/02/2013

SÁBADO MINDIM...







                                         Mindim
                                         Versos
                                         Luna





Sonia Barbosa Baptista

Enviado por Sonia Barbosa Baptista em 10/11/2012




26/02/2013

25/02/2013





Mindim
Troféu
Luna

                                                                                                                                               




                             
                                             
Sonia Barbosa Baptista

Enviado por Sonia Barbosa Baptista em 10/11/2012


23/02/2013

HOMENAGEM





OLÁ
BELA
MOÇA

LUNA
DI
PRIMO

VEJA
ESTA
FOTO

QUE
ACHEI
GOSTOU?

É VOCÊ
NIÑA
FLOR!!



Fernanda Xerez








20/02/2013

DOCE POETISA


"VIOLÃO, VIOLÃO,
ÉS EXECUTADO NO COLOE
AS VEZES EM SERENATA,
SENTA-SE ATÉ NO CHÃO,
PARA BEM TOCÁ-LO!

NO LUAR...

OUVE-SE HINOS
E HARPAS EXECUTADOS SOB FEIXES DE CANÇÃO...

OH! "VALSA DA VIDA" DE PAULINHO DA VIOLA,
OU MESMO: "VALSA-CHORO" DE HEITOR VILLA-LOBOS,

A LUZ, ADVÉM DE TI...

DOCE POETISA QUE NOS ALUMIA...

ÉS A POETISA LUNA!
QUE NASCESTE PARA SER A PRIMEIRA
LOGO, ÉS "VALSA DA VIDA"
OU MESMO LEMBRAS - CECÍLIA MEIRELES.


por Osram ( Obrigada, poeta, de coração)





"LUNA DI PRIMO"



UMA GRANDEZA
UMA BELEZA
ÉS LUA
ÉS A PRIMEIRA
ALUMIAS AS NOSSAS CABEÇAS
ÉS "LUMEM COELI"
ÉS LUZ CELESTIAL
ENFIM... ÉS PRIMOR!!


por Osram





14/02/2013

*Mindim crósti*




*Mindim crósti*

Mais que simples versos
Irei ter que aqui criar
Neste simples acróstico
Dando ênfase à criatividade,
Iniciarei fazendo um protótipo
Mais próximo da realidade.

“Poetisa Luna Di Primo”
(Mindimcrósti)

Pelas
Obras
E seu

Tato
Impõe
Saber

A(lado)*
Luna
Uma

Nova
Ação
Da sua

Ideia
Por que
Rimar

Isto é
Muito
O(timo.)**


%
José Coelho%

*
** aguarda correção do autor para 2 sílabas



Autocrítica



     Criticar é muito fácil ,admito
     Pois da ferida que causa a dor não sentirei
     O insensato ordena à boca o que direi
     E o coração condena à tudo aquilo que vomito

     E dentre todos é o mais cruel delito
     E o mal de alguns nunca mais repararei
     Foi criticando que aos poucos me isolei
     E por castigo é no ermo que habito

     Não criticai pois, aos outros, companheiro
     Tenhais na boca sempre um tom fraterno
     Prá que não vivas, como eu, em cativeiro

     O bom exemplo dá um fruto que é eterno
     O bem-querer da amizade é o jardineiro
     Não quereis pois habitar no meu inferno.


               Boca de caieira





13/02/2013

Mindim pra Luna

                   
                      No céu
                      Teto
                      Negro

                      Nuvens
                      Névoas
                      Sombras

                      Eis
                      Que
                      Vens

                      Meia
                      Lua
                      Audaz

                      Jóia
                      Rara
                      Reina

                      Onde
                      Nasce
                      O amor

                      Onde
                      Primam
                      Sonhos
                     
                      Brilha
                      Leve
                      Solta

                      Toda
                      Numa
                      Parte

                      Arte
                      Que se
                      Doa

                      Musa
                      Belo
                      Tema

                      Desce
                      Cresce
                      Voa
                                                                   
                      Cabe
                      Neste
                      Poema




    Homenagem à Luna Di Primo
                criadora do poema Mindim.    

              
Miss Jade
Enviado por Miss Jade em 27/10/2012



10/02/2013

GOTAS



Ó chuva mansa, tu cais,
Tu cais molhando o jardim...
Ó vem e abranda os meus ais,
Que queimam dentro de mim!

Tu lavas todas as folhas,
Enquanto cais branda assim!
Ao chão caem gotas em bolhas
Deixando um pé de jasmim...

Também dos olhos curtidas
Às vezes descem sem fim
Salgadas gotas, sofridas,
Que vêm de dentro de mim... 

Ineifran Varão





08/02/2013

LUNA... Nossa










LUNA... Nossa



Ela
Arma
Possui
É fogo
E, chama,
Coração


*


Poetas Del Mundo
Walter de Arruda








ACADÊMICA

ACADÊMICA

MULHERES QUE TECEM O MUNDO

MULHERES QUE TECEM O MUNDO

LIDERANÇA PELA PAZ

LIDERANÇA PELA PAZ

sabedores

Google+ Followers

A FLOR QUE EU ENCONTREI (Flor da Lua).