Quem sou eu

Minha foto

Escritora e Poetisa amante da natureza

UMA FOTO EM PRETO E BRANCO

21/01/2018

PEREGRINAÇÃO DE UM MORTO


Por onde passo
Não há mais nada
Não há mais rua
Não há calçada

Por onde passo
É outra cidade
Todos estranhos
Sinto saudade

Por onde passo
Não sei o rumo
Perco o equilíbrio
Foge-me o prumo

Ninguém me olha
Sou abominável
Ninguém me toca
Sou intocável

Tocar em algo
É-me impossível
Não tenho tato
Sou invisível

Perdi a vida
Não percebi
Não estou mais lá
Eu já subi

Não deixei nada
Deram-me flores
Tenho saudades
Dos meus amores...

Estou entrando
Na casa dela
Vou lá nos fundos
Bem perto dela

Causo arrepio
É natural
Eu já morri
Não causo mal

Já até esqueceu
Se o bem eu fiz
Só quis a ela
Fazer feliz...

Ineifran










sabedores

A FLOR QUE EU ENCONTREI (Flor da Lua).

ACADÊMICA

ACADÊMICA

MULHERES QUE TECEM O MUNDO

MULHERES QUE TECEM O MUNDO

LIDERANÇA PELA PAZ

LIDERANÇA PELA PAZ