UMA FOTO EM PRETO E BRANCO

26/02/2018

LAÇOS



DIZER ADEUS.
                               (nonaDIPRIMO)
 

Agora que posso dar adeus...
Dizer que minh'alma tão surpresa,
Um dia se foi acabrunhada,
Mas, nunca e jamais foi derrotada.
Lavada e, a limpo, bem passada,
Orgulha-se, estar livre e, ilesa.
Picuns retirados com seus breus...
Seguir é a meta em planos s(m)eus,
Compor o mais fino de uma mesa. 
 
O bom é poder dizer adeus.
Pois, tudo que um dia me roubaram,
Peguei nessa volta e muito mais,
Em juros e nas formas gerais.
Valor corrigido nos anais.
Sossego de volta; já cantaram,
Os pássaros que são amigos meus.
Saudar aos poetas e seus eus, 
De todos os bons que me ajudaram.
 
O bom é poder dizer: venci!
Levar e estampar em para-brisas,
Diversas lembranças, tão sadias,
Alegres, felizes e macias;
Em nada maldosas ou vadias.
São coisas de amigos, são as brisas,
Que, aqui, de vocês eu recebi.
Então, foi assim que resolvi,
Saudar aos poetas, poetisas.
 
Agora posso dizer adeus.
Dizer leves, simples, as falas, 
Felizes de um puro coração,
Que todo expurgado e sem ação,
A gosto dos vis, lamentação...
Vem limpo a trazer muitas opalas,
Rubis e esmeraldas para os seus.
Daí, a pedir por todos: - Deus,
Permita riqueza em suas malas.




EU CONSEGUI

               (Cadeia De Mindim)


Nas
Minhas
Mãos

Lindos
Versos
Como

Nuvens
Brancas
E azuis

Mais
Cores
Várias

Bolhas
De
Sabão

Soprei
De
Volta

Pelo
Ar se
Foram




*O mindim exercita a inteligência e a criatividade do poeta*

gracinha da Fernanda Xerez
 

L.una vem e diz adeus
U.m pássaro começa a voar
N.ós, todos os fãs seus
A.postamos: ela vai voltar

D.eixa aqui muita saudade
I.nvestiu na amizade

P.or que você vai embora?
R.esponda-nos poeta
I.ntimamos você agora
M.ostrar sem demora
O.seu destino, a sua meta


Carinho do poeta Irineu Gomes

Mais riqueza na alma
É a que queremos ter
Vale mais do que na mala
Que fácil pode perder


Sem palavras, querido poeta geraldinho do engenho

L-ivre a flutuar como
U-ma pombinha branca
N-o céu a voar
A- dizer adeus

D-o alto do infinito
I-natingível a brilhar

P-ertinho do criador
R-ecebendo os carinhos teus
I-ndelével ao teu amor
M-ais uma vez
O-brigado... E adeus!


Aleixenko, obrigada pelos lindos versos

Não gosto da tal despedida
 Acabrunha e deixa-me deprimido
Por isso recuso dizer adeus
Para evitar lágrimas nos olhos teus
Como também tristeza nos meus
Não quero ser incompreendido
Estou falando de coisas da vida
Melhor sair à francesa... em contrapartida
É quando me faço de despercebido
 

obrigada por mais esse carinho poeta chinxola

Que lindo assim poder
Dizer adeus sem pretensão
Aos amigos poder fazer
Poesia nessa mesma ocasião
E também sabendo assim agradecer
Com sinceridade, e de coração.


bju de obrigada poeta Francisco Zebral

:
"...brilha,brilha
estrelinha.." !

 
lindo, lindo, poeta Socrates Di Lima, obrigada

Adeus, que quando vai embora,
Vai, A Deus...
Mas, mesmo indo,
Um adeus não tem alma de fim,
Mas, de uma despedida,
De algo que embora, partido,
deixa no termo saudade,
O adeus que nunca foi.
(Sócrates Di Lima)


CELLYME você é sempre poesia

Não gosto de adeus...
muito menos de uma poetisa assim...
mas só se for apenas em belos versos quanto os seus.

 
 graças, poeta, Irineu Gomes
 
Parabéns à vencedora
Que nunca foi derrotada
Tem a vida promissora
Foi por Deus sempre lembrada


obrigada, linda Ignez Freitas

Não
diga
adeus

Mas
até
breve

Vai
com
Deus

Volte
quando
der
 

carinho do poeta Nasser Queiroga
 
Vá lá então e diga a Deus
Em forma de oração pelos poetas
...Senhor esta turma tão esperta
precisa de atenção e inspiração
vai Senhor derrama neles muitos dons
para que flua, poema, mindins, contos e peças

esta é a unica forma de dizer-nos (Adeus)!
e que Deus nos responda em hora certa!


linda Fernanda Xerez

P.ois ela mudou de nome
R.egistrou-se ''Prima Lua''
I.ncrível, como ela some!!
M.enina, a poesia é tua
A.pareça e traga alegria

L.una Di Primo, querida
U.m abraço e um beijinho
A.doro você, minha amiga!!


obrigada pelo carinho luizpoetista

Liberdade é o mar
Universo de sentimentos imortais
Mágica de quem vencer sem conhecer
As distancias de cada amanhecer..
Nos novos caminhos sem se perder..


amada Fernanda Xerez
 
P.osso adentrar neste escrivaninha?
R.epartir contigo a minha companhia
I.nvadir este espaço de poesia
M.uitos beijos pra minha amiguinha
A.gora vou desejar Feliz Natal

L.indas festas e coisa e tal
U.m abraço deixo para o final
A.qui me despeço... tchau!!!


obrigada pelo carinho, poeta, Ambrozio Souza

Prima Lua sorriso lindo
Recheado de candura,
Imagem que perdura
Mistério e sinceridade,
Almejo tua felicidade
Longa e com Deus nosso,
Um pensado ?Padre Nosso?
A ti e tua irmandade.

***

Neste Dia Universal
Eu me sinto comovido,
Tentando ser parecido
No modo e jeito facial.
Por mais que tente, afinal
Não consigo, pois sou humano,
Feliz NATAL e NOVO ANO
Almejo-vos de coração,
Que surja nova canção
É o desejo do vacariano.



Obrigada meu lindamigo e grande poeta
Carlos Alberto Souza por linda dedicatória

 

Nego Meu Adeus
 

Passo um tempo sumido e quase morro "dodói"!
 Ao regressar Luna Di Primo, mudou de nome e até dói!
  Dói a saudade dela, que me ensinou o/a "MINDIMar."
  Mindim que inunda os poetas, soma um tesouro ao versejar.
 PrimaLua, amada amiga, teimas em adeus nos dar.
No coração sei que nos tem, por isso 'adeus', vou lhe negar!


 Bjs no teu lindo e denso coração!!! (idem, meu querido amigo)








sabedores

A FLOR QUE EU ENCONTREI (Flor da Lua).

ACADÊMICA

ACADÊMICA

MULHERES QUE TECEM O MUNDO

MULHERES QUE TECEM O MUNDO

LIDERANÇA PELA PAZ

LIDERANÇA PELA PAZ